Coro e concertos de Natal!

20.12.13
Sempre me disseram que cantava mal e acho que me convenci disso. Quando as filhas nasceram cantava só para elas pequenas canções de embalar e outras da minha infância. Depois mais tarde as canções que aprendiam na escolinha e me ensinavam.

Um dia, em conversa, disse a uma amiga, pianista e compositora, que cantava mal. Disparate!, disse ela. Toda a gente sabe cantar, é só uma questão de aprender a técnica, etc. Cantei para ela e foi bom. Disse-me que só precisava de aprender a respirar, a colocar os sons de outra forma. Encontrei uma professora de canto e agora também amiga. Tive umas 9 lições de canto e depois nasceu a mais nova e fiquei por ali. Cantei muito para ela e agora ela canta para mim :)

No inicio deste ano lectivo o Conservatório de Música de Aveiro onde andam as mais velhas fez o desafio aos pais e encarregados de educação, funcionários e antigos alunos: formar um coro!

Aceitei o desafio e ao fim de uns breves ensaios lá estavamos em palco a cantar poemas de Manuel Alegre musicados pelo compositor Luis Cardoso. O teatro estava cheio como é habitual nestas alturas de concerto de final de trimestre. O nosso coro juntou-se ao coro dos alunos do complementar e tivemos ainda a presença da Banda Sinfónica.
Foram dois concertos, dias 18 e 19, em que se ouviu o Alma Cantata Profana, op. 23. Foi uma experiência feliz e continuarei a cantar. Gosto muito, leva-me de encontro ao coração!

Sem comentários:

Publicar um comentário

AddThis