Cheiros de infância!

15.2.14
Sou uma mulher de cheiros, quero com isto dizer, que tenho bom nariz e uma memória de cheiros que nunca mais acaba. Cada cheiro, cada aroma, me transporta para um momento, um sitio, uma pessoa, uma casa, um jardim, um passeio.

Mas os que me transportam mais no tempo são os da infância, aqueles que me levam novamente à casa da mãe, ao jardim, aos passeios até à casa da avó ou à missa no Domingo, à comida!

Hoje que a chuva nos deu tréguas fomos dar um passeio aqui pelas redondezas e trouxe uns ramos de mimosas. O cheiro das flores nas jarra da sala levou-me logo aos passeios pela mão da minha mãe pelo Monte de Sta Quitéria acima até ao Santuário, passando em cada capelinha onde se representa a história desta santa mártir. 
As mimosas em flor que coloriam tudo de amarelo eram também o sinal que o Carnaval estava próximo e que a Primavera se anunciava. 

Sem comentários:

Publicar um comentário

AddThis